fbpx

NOSSO BLOG

COMO AVALIAR O CUSTO-BENEFÍCIO?

Custo-benefício é algo que sempre vem à mente quando se trata de empreender. Ao começar um novo negócio então, nem se fala. Investir uma grande quantidade de dinheiro exige cuidado, planejamento e estudo, principalmente em saber o tempo de retorno do valor aplicado.

Não basta investir em franquias famosas e lucrativas se não é compatível com seu perfil de empreendedor. Por isso, neste post, vamos falar de algumas dicas para escolher o melhor negócio.

COMO SABER SE O PREÇO DA FRANQUIA VALE A PENA?

De início, é claro que deve ser visto o custo-benefício. Para isso, deve-se calcular o preço em cima do potencial de investimento e do retorno. Sempre pense quais as opções de rentabilidade que a franquia possui e faça uma pesquisa de comparação com os players do mercado.

Em uma franquia, tenha em mente o retorno em longo prazo. É importante avaliar qualitativamente a aquisição. Sendo assim, há três pilares de comparação:

*Breakeven: Quando o Ponto de Equilíbrio aponta para um prejuízo financeiro significa que a empresa teve um faturamento menor que o previsto naquele período apurado, enquanto um cálculo que aponta um lucro financeiro mostra um resultado positivo conquistado pela empresa no período.

*Payback: é um indicador financeiro que representa o tempo de retorno de um investimento.

*Lucratividade: é um indicador de eficiência operacional obtido sob a forma de valor percentual, que indica o ganho que a empresa consegue gerar sobre o trabalho que desenvolve.

*: Informações de acordo com a SEBRAE.

MODELO DE NEGÓCIOS COM POSSIBILIDADE DE CRESCIMENTO

Veja também como a marca é vista no mercado. Avalie o quanto ela é falada e conhecida pelas pessoas. Procure depoimento de clientes e franqueados. Do mesmo ponto de vista, compare com as concorrentes, pontuando as melhores classificadas.

Outro ponto interessante é o suporte. Não basta ter um modelo pronto e aceito pelo público. É preciso ter um forte sistema de apoio para conduzir o negócio, principalmente para alavancagem inicial. É nesse ponto que o modelo se consolida e gera resultados para ambos os lados: Franqueado e Franqueador.

TAXAS MENSAIS

O pagamento dos royalties da franquia é algo que deve ser feito mensalmente, na maioria dos casos. Normalmente, os royalties são uma porcentagem do lucro mensal da unidade – ou seja, é um valor que sai do que o franqueado fatura.

Sendo assim, é interessante que o empreendedor se informe a respeito da progressão, a fim de que tenha uma noção de como sua franquia taxas irão crescer. Logo, sempre converse com outros franqueados. Além disso, o investidor que não se sente seguro com sua organização financeira pode contar com a ajuda do suporte da franqueadora.

Mas antes de bater o martelo, é preciso fazer uma série de reuniões, além de sanar dúvidas sobre o negócio. Quer saber mais? Agende sua reunião com um de nossos consultores aqui da Sorrix agora mesmo.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram